Experiências Multissensoriais – Estímulos Olfativos
Experiências Multissensoriais - Estímulos Olfativos

Experiências Multissensoriais – Estímulos Olfativos

De cadeias de fast-food a clínicas de estética, a utilização do cheiro padronizado é um artifício cada vez mais utilizado. A Neurociência tem uma explicação para isso. Quer saber qual é?

Sempre que um indivíduo frequenta um ambiente com odor customizado, seu cérebro associa essa ocasião à experiência anterior, trazendo do hipocampo a memória olfativa correspondente àquela experiência.

A evolução parece ter nos premiado com uma capacidade olfativa muito além da que pensamos possuir. Para você ter uma ideia da dimensão do que estou falando, possuímos mais de 400 tipos de receptores de odores, enquanto que para reconhecer cores, contamos com apenas três tipos de células cones oculares (células especializadas em reconhecer cores, segundo a teoria tricromática).

Esses receptores nos propiciaram uma capacidade impressionante: nosso cérebro é capaz de se lembrar de cerca de 50 mil odores diferentes!

Mesmo que não consigamos nos lembrar conscientemente de todas eles, no momento que um aroma ou cheiro é armazenado em nosso cérebro, ele permanece lá para todo o sempre.

Basta que estimulemos sua memória olfativa. Portanto, o olfato é o sentido capaz de nos trazer as memórias mais adormecidas, que dificilmente seriam acessadas em nível consciente.

Isso ocorre devido ao fato de que neurônios do trato olfativo lateral projetam-se para a amígdala, região que, juntamente com o hipocampo, está envolvida na formação das emoções e das memórias.

Isso explica por que ao sermos submetidos a determinados estímulos olfativos, instantaneamente em nossa mente se projetam memórias, que sem esse estímulo, não teríamos acessado conscientemente.

Em teoria, todas as marcas deveriam possuir um odor específico, o qual possa ser explorado no ponto de venda.

Você sabia que a corrida em busca do odor ideal para uma marca é tamanha que já existem profissionais exclusivamente dedicados a isso.

É o caso da Pesquisadora de Harvard, Sissel Tolaas, uma engenheira química Norueguesa, que atua como projetista de odores. Ela é especialista em criar fragrâncias específicas, que se aplicam para marcas de hotéis, eletrônicos, carros e muitos outros produtos. As fórmulas criadas por ela são guardadas a sete chaves, pois representam um ativo dessas marcas.

Não há como negar a importância do olfato na nossa decisão de compras.

Você conseguiria ter a mesma sensação de prazer ao comprar um carro zero se não sentisse aquela fragrância típica no interior do veículo? Já percebeu que supermercados sempre preparam os pãezinhos no final do dia, para aguçar mais ainda nosso desejo? É sabido que muitos adolescentes reconhecem um par de jeans Abercrombie & Fitch (rede de vestuário de moda) não pela modelagem, mas pelo cheiro.

Uma experiência de compras que não traga consigo uma fragrância é como ver um filme em preto e branco: fica faltando alguma coisa para preencher o vazio.

Agora que você entendeu a importância da experiência olfativa, faça o teste: vá à loja onde seu produto está exposto, ou visite o seu espaço de atendimento, caso você venda serviços.

A fragrância foi sedutora? Ou foi apenas mais uma informação sem relevância captada pelos seus sentidos?

Se você respondeu que “sim” à segunda pergunta, é altamente recomendável que comece a pensar em formas de melhorar essas experiência aos Shoppers e consumidores.

Lembre-se: você precisa ocupar um espaço relevante nas memórias deles.

E nada melhor que o sentido olfativo para recuperar memórias inconscientes.

Rubens Sant'Anna

Rubens Sant'Anna é um dos maiores especialistas em Trade Marketing do Brasil. Com mais 15 anos de experiência, atuou para marcas líderes mundiais de bens de consumo nos mais variados segmentos. Foi o introdutor do Trade Marketing no Sul do Brasil, tendo idealizado a primeira Pós-graduação nessa área na ESPM-Sul, onde é professor titular. É autor dos livros Planejamento de Trade Marketing - O domínio do canal de vendas e Neuromarketing explica por que você compra. Com formação em arquitetura e urbanismo, MBA em Gestão Empresarial e especialização em comportamento do consumidor, é também empresário e palestrante.

Este post tem um comentário

  1. Professor estou escrevendo uma monografia nessa área e queria alguns artigos que me ajudassem a explicar os estímulos multissensoriais relacionados aos softwares educativos e sua contribuição no processo de ensino e aprendizagem. Mas é urgente, se fosse possível ao menos indicações, eu seria grata. Me chamo Karen e meu email é cibelynog@hotmail.com
    Seu site é totalmente interessante e já te me ajudado bastante

Deixe uma resposta

Fechar Menu